“Entre o orgulho e a modéstia existe a verdadeira humildade - uma das características do caráter equilibrado que Deus deseja desenvolver em você, que é ator, músico, artista plástico, ou qualquer outra pessoa que, com criatividade, se envolve no ministério da música e das artes. Deus está interessado na sua arte e no seu coração!” Extraído do livro: O coração do Artista – Rory Noland

quinta-feira, 29 de março de 2012

ACÚSTICA

Não é suficiente termos uma boa voz. O ambiente a nossa volta também é importante.
Todo cantor depende da acústica, isto é, de como a voz soa no recinto. Para se construir uma sala de concertos, muita coisa deve ser pensada, como o material a ser colocado no chão e nas paredes, ou quantos móveis podem ser colocados e de que material devem ser feitos.
Móveis estofados e tapetes abafam a reverbação do som. Costuma-se dizer que a acústica ficou "seca". Numa sala dessas, a voz não reverbera. Entretanto, em um banheiro com azulejos é gostoso cantar. Nesse caso, fala-se de uma "reverberação longa".
Há igrejas que possuem uma acústica tal que é possível ouvir o som por vários segundos depois de se ter terminado de cantar.
Isso pode trazer problemas para o cantor. As palavras se embaralham e, ao cantar vários tons seguidos, eles podem coincidir uns com os outros, ficando difícil identificá-los.
Brinque com a acústica! Cante em ambientes diferentes. Observe atentamente como é o ambiente, se há móveis, se o pé direito é alto, etc. O que acontece se você fechar a cortina ou se o ambiente estiver cheio de gente? Qual lugar tem a melhor acústica para sua voz? Pesquise!


Texto retirado do site: http://www.4tons.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário